segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Você já pensou em fugir daquilo que chama de amor ?

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Passou depressa quem diria um ano e meio praticamente. Talvez tenha sido esse o problema a minha pressa, essa ansiedade, essa necessidade sem necessidade, essa urgência desnecessária.
Três meses e eu já estava apaixonada por você, deixei minha vida pra viver a sua, eu respirava do seu ar, eu olhava o mundo através dos seus olhos, eu sonhava seus sonhos, eu andava com suas pernas e ai você se foi e eu parei de existir.
Essa esperança boba de te ver voltar para meus braços, de você dizer que vai ser diferente que agora vai dar certo, vai dar certo, vai dar certo. Essa maldita esperança vem e vai esta sempre indo e sempre voltando, eu vou acabar te perdoando eu sei me fazer de forte e indiferente é talvez a única arma contra esse minha abstinência sobre você. Procuro você em tudo e em todos, quero mais felicidade pra te fazer infeliz, quero um sorriso pela sua lágrima, uma vitória pela sua derrota ; quero um alguém qualquer que eu possa moldar até chegar em você.
Eu preciso, necessito, te esquecer,
MAS NA VERDADE EU NÃO QUERO

3 comentários:

Estude-me !

Nooossa, eu me apaixonei pelo o seu texto. Retrata muito bem o que a gente sente quando se ama de verdade e por fim não ficamos com a pessoa. É uma mistura de sentimentos incontroláveis. ótimo post.

niddo

ah como sempre o amor... mto bom o texto :)

. Jaminne Vinuto

adorei seu blog *-* eu to te seguindo, se puder passa la no meu =) bjss

 
Versos em folhas secas ◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates