quinta-feira, 31 de março de 2011

No silêncio da minha prece, da minha pressa

quinta-feira, 31 de março de 2011
Ainda me perguntando porque devo te agradecer ? Se você acabou por deixar mais lembranças tristes que doem, elas são mais que as doces lembranças que me fazem rir.
Mas que porra né ? Porque eu consigo tranformar tudo na sua presença ou ausência seja lá como for.
Acho que no fundo eu me apaixonei pela suas lembranças e apartir dela idealizei você, nós tentamos ''mais uma vez'' . E por que as pessoas inclusive eu tem essa mania de achar que ''essa vez'' vai dar certo quando sabe desde do ínicio que não vai , não vai , não vai.
Cansei de você me querer no sábado que você não tem nenhum role pra fazer, ou no fim de tarde que você quer dar uma foda. Já reparou que nós nunca conseguimos ir além disso ?
Culpa sua ! Culpa minha! culpa de ninguém na verdade.
Diz aí amor que você vai fazer nesse sábado sem eu no escuro do seu quarto ?
Esse vai ser o primeiro sábado que você não vai estar no escuro da minha alma , e ainda nem programei nada fazer, mas eu marquei o dia de sábado na minha agenda de compromissos lá está assim: Hoje você é livre, e não olhe pra trás .
Então é isso obrigada por .... por .....



Me fazer crescer

1 comentários:

...

Olá adorei o desinger do seu blog sem contar que as postagens são marvilhosas, to seguindo, se quizer fazer uma visita, seguir, deixar um recado o meu blog estará de portas abertas também.

 
Versos em folhas secas ◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates